Prêmio Caio

Detalhe do Case

Prêmio Caio 19ª Edição

Case: 8º Fórum Mundial da Água

8º Fórum Mundial da Água

Candidato: MCI Group
Cliente: ABDIB - Associação Brasileira das Indústrias de Infraestrutura e Base
Segmento: 11ª Edição
Estado: DF

A MCI GROUP
Desde 1987, A MCI Group ajudas seus clientes a aproveitarem o poder de unir as pessoas (comunidade), aplicando soluções estratégicas de ativação e engajamento para criar experiências on-line e off-line memoráveis que melhorarão o desempenho dos negócios nos próximos anos.

Trazemos para empresas experiências de vida memoráveis, ajudá-los a se conectar com seu público e aumentar sua influência, alinhando estratégia, tecnologia e criatividade.

Em 2017, gerenciamos mais de 5.600 projetos para clientes em 80 países, envolvendo 1,2 milhão de participantes.

A MCI está presente em 30 países com 61 escritórios. Através de uma ampla gama de soluções personalizadas e criativas para gerenciamento de reuniões, produção de eventos, associação e gerenciamento de congressos, ajudamos empresas e organizações a melhorar seu desempenho, ativando e engajando seus públicos-alvo.
Nós nos concentramos em resolver os principais desafios de crescimento global de nossos clientes, construindo suas comunidades on-line e off-line e melhorando o desempenho das pessoas. Nosso portfólio inclui:
? Consultoria Estratégica
? Soluções para empresas e marcas
? Soluções de Associação
? Soluções de eventos de ativos


A ABDIB
Fundada em 1955, a Associação Brasileira das Indústrias de Infraestrutura e Base (Abdib) é uma organização privada, sem fins lucrativos.

A Abdib reúne uma ampla gama de empresas públicas e privadas que participam de todas as etapas do negócio (estrutura, investimentos e operações) em infraestrutura e indústrias básicas, como concessionárias, fabricantes de equipamentos, escritórios de engenharia e advocacia, grandes usuários de infra-estrutura e private equity, fundos, companhias de seguros, bancos de investimento e empresas de consultoria, entre outros.

Atualmente, a Abdib possui mais de 100 empresas associadas que atuam nas áreas de eletricidade, petróleo e gás natural, transportes, saneamento ambiental, telecomunicações e indústrias básicas.
A Abdib possui um Código de Conduta e Governança Interna ao qual é obrigatória a adesão pelos associados de empresas associadas. Assim, a Abdib decidiu promover novas ações de orientação sobre padrões éticos e de conduta nos setores de infraestrutura, enfatizando conceitos e comportamentos que preservam a integridade nos negócios, a defesa da concorrência e a livre iniciativa.

Vídeo

Ficha Técnica do Evento:

Título: 8º Fórum Mundial da Água
Tema: Compartilhando Água
Número de participantes: 120.000 visitantes de 173 países (10.600 congressistas)
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães - Brasília - DF
Data: de 18 a 23 de março de 2018
Periodicidade:
Abrangência: Internacional
Atividades paralelas: Vila do Cidadã; Avenida Olhos D'Água; Voz do Cidadão Festival - pré-evento; Espaço Nação Verde; Praça da Água na Boca; Sua Voz
Entidade promotora: World Water Council; ABDIB, Adasa, ANA
Conceito do evento: Promover a conscientização, construir compromissos políticos e provocar ações em temas críticos relacionados à água para facilitar a sua conservação, proteção, desenvolvimento, planejamento, gestão e uso eficiente, em todas as dimensões, com base na sustentabilidade ambiental, para o benefício de toda a vida na terra.

Hoje, uma em cada nove pessoas não tem acesso a água potável e 2,6 bilhões de pessoas não têm saneamento básico. A água potável é essencial para o nosso bem-estar e é um requisito primordial para os desenvolvimentos agrícolas, industriais e relacionados com a energia.

O Fórum Mundial da Água, é o maior evento global sobre o tema da "água". O objetivo do evento é aumentar a preocupação com questões relacionadas à água, incluindo causas e razões que afetam a crise da água, tais como mudanças climáticas, crescimento populacional, desperdício de água e preço, e o aumento contínuo da demanda por água limpa; e para construir compromisso político e desencadear ações sobre questões críticas de água.

Uma plataforma única para a comunidade da água
A Agência Nacional de Águas (ANA) contratou a MCI Brasil para a plena produção, organização, patrocínio e venda de exposições e gestão do Fórum Mundial da Água. Esta foi a primeira vez que uma única empresa de gerenciamento de congressos (PCO) foi contratada para organizar a feira e a exposição.

Com o objetivo claro de aumentar a conscientização sobre questões relacionadas à água, a MCI Brasil introduziu um novo conceito com o objetivo de alcançar não apenas profissionais da água, cientistas e governos, mas também o público em geral.

O novo conceito consistiu em um adicional de 36.000m² de tendas construídas no Estádio adjacente ao centro de congressos e divididas em três áreas principais, a Vila Cidadã, uma área interativa com cinema, cabines de tecnologia e uma arena de conteúdo, a Feira e B2S, com acesso direto a organizações e sociedades locais ativas relacionadas à água, e a Expo (B2B) para pavilhões de países e empresas apresentarem suas soluções inovadoras para questões relacionadas a resíduos de água e sanitização de água.

É certamente a maior mobilização em prol do tema da água já realizado no Brasil, nos últimos tempos. Isto não acontece à toa. Isto acontece exatamente por toda a estratégia criada durante todo o tempo que a gente trabalhou por este projeto.

Por isto somos movidos por paixões. A MCI tem uma frase que é ?Quando as pessoas se reúnem a mágica acontece?. E é isto o que fizemos novamente, promover um grande encontro de pessoas para que as mágicas do setor da água continuem acontecendo.

O Fórum Mundial da Água teve uma área ocupada de 80.000.000m², agente ocupou o centro de convenções que tem uma área de 44.000.000m², ocupando cada micro espaço, assim como também foi criada uma área de tenda de 36.000.000m², uma área coberta com nivelamento de piso de 36mil m².

Fizemos a aposta no uso da tecnologia, o aplicativo e o site foram criados pela área de Innovation da MCI, toda parte de construção de estande e toda a parte de cenografia foi tudo cuidado pela Dorier. A Dorier foi a empresa do grupo MCI que ajudou a desenhar o projeto, a entender como nós seríamos capazes de implementar um evento de tamanha magnitude em uma cidade que eventualmente não teria condições de receber um evento desta magnitude, por não ter um espaço preparado para isto.

Somos movidos a desafios e sonhos. E as causas dos eventos que organizamos, são sempre pontos que defendemos enquanto princípios. A água é uma coisa fundamental, e finalmente o tema da Água hoje permeia a sociedade, coisa que não era tão falado no passado. Então hoje é muito mais fácil falar com a sociedade sobre o tema da água, porque você passa a despertar paixão. É difícil mudar a consciência de um adulto a respeito do tema da Água, mas a criança você toca no coração dela muito rápido.

Então muitas das inovações que foram feitas aqui na Vila Cidadã, ou no WWF foram muito pensadas com base nisto, neste grande objetivo de fazer com que mais gente se engajasse com o tema da Água.

Entendemos que o desafio do organizador de evento hoje, não é mais ficar pensando sobre pastinha bloquinho ou canetinha. É muito mais, redesenhar a história do tema que a gente trabalha, engajando mais as pessoas e trazendo mais gente para olhar para aqueles temas.

As principais ações da Vila do Cidadã que tiveram participação aberta ao público em geral, incluindo crianças.

A Avenida Olhos D'Água convidou o público para assistir 110 vídeos do ?Voz do Cidadão Festival?. Mais de 60 experiências de diferentes partes do mundo, todas relacionadas a boas práticas de uso da água.
?Cinema Cidadão? foi uma das salas de cinema para adultos e crianças. Um show do tema da água.
A ?Arena da Água?, para 300 pessoas, recebeu conferências, apresentações e talk shows. Diálogo e interação entre os participantes.

A união das temáticas de água e meio ambiente e relacionadas ao cotidiano das pessoas foi a proposta do ?Espaço Nação Verde?, que teve caráter educativo e interativo, e contou com cenários imersivos, direcionados a visitantes de todas as idades.

No meio da Vila estava o Coreto na ?Praça da Água na Boca?, onde os visitantes tinham uma cena de atividades espontâneas, abertas e co-criativas, além de uma programação prévia. O Coreto também teve um espaço para o cidadão expressar sua compreensão e sentimento pela água.

Uma ação pré-evento teve a participação do público antes mesmo de chegarem ao evento, chamada "Sua Voz", deu a oportunidade de as pessoas sugerirem conteúdos para o Fórum. A plataforma, "Sua Voz", é um espaço on-line aberto onde as pessoas podem colaborar e influenciar as discussões do Fórum. Qualquer um, de todo o mundo, foi capaz de sugerir questões sobre a água a serem discutidas no maior encontro sobre o tema da Água no planeta, compartilhando ideias, experiências e soluções para melhorar a gestão da água no mundo. Plataforma "Sua" trouxe temas relevantes em 6 salas de discussão, focadas em:
? Clima - segurança da água e mudança climática
? Pessoas - água, saneamento e saúde
? Desenvolvimento - água para o desenvolvimento sustentável
? Água urbana integrada e gestão municipal de resíduos
? Ecossistemas - qualidade da água, subsistência dos ecossistemas e biodiversidade
? Financiamento - financiamento para segurança hídrica

O 8º Fórum Mundial da Água foi uma grande edição da história da ação. Após sete dias, recebeu 120.200 pessoas de 172 países diferentes. 109.600 apenas na Vila Cidadã e Expo Fair. 10.600 congressistas que participam das mais de 300 sessões.

Também participaram 12 chefes de estado, autoridades governamentais e internacionais e líderes internacionais, como as Nações Unidas e suas agências, União Europeia, Banco Mundial, BID, CPLP, OCDE e outros.

Foi elaborada a Declaração de Sustentabilidade para um futuro sustentável mundial.

Durante a semana de mobilização, houve quase 16 mil menções espontâneas na imprensa escrita e uma ampla cobertura de rádios e TVs, trazendo o assunto água para as casas das pessoas.
Fatos sobre o evento:
? 120.000 visitantes de 173 países
? 59.000 crianças visitando a exposição
? 12 presidentes e 150 ministros de todo o mundo
? 2.000 jornalistas
? 15.000 menções na imprensa durante o evento
? 9.200 downloads de aplicativos
? exposição de 80.000 metros quadrados
? 88 expositores
? O fórum foi 100% sem papel