Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 17ª Edição

Case: CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO SOBRE ENDOMETRIOSE
Candidato: RV Mais
Cliente: Sociedade Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE)
Segmento: Eventos
Estado: SP
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos

Promoção e Organização

A RV Mais é uma empresa brasileira do ramo de promoções e eventos que trabalha com paixão e responsabilidade, dando vida aos sonhos de seus clientes por meio da busca da excelência nos serviços que presta. Sua grande experiência na realização de convenções, workshops, congressos, simpósios, treinamentos e lançamentos de produtos também faz com que a RV Mais se destaque nesse mercado, onde atua há 15 anos.

Sediada em São Paulo, dispõe de know-how, infraestrutura física e tecnológica que possibilitam oferecer seus serviços no formato turnkey, do planejamento à organização, coordenação e acompanhamento pós-evento. Além da comunicação ágil e confiável, o sistema da RV Mais permite mobilidade e capacidade para atuar, com eficiência na coleta de informações pré-evento, para avaliação dos resultados e benchmarking.

Realização

A SBE – Sociedade Brasileira de Endometriose, tem como missão:

- Melhorar a qualidade de vida das mulheres com endometriose, por meio da conscientização da sociedade como um todo;
- Disseminar o conhecimento científico relacionado à doença;
- Criar e aprofundar a interface com órgãos governamentais como o Ministério da Saúde e outras entidades ligadas à saúde da mulher;
- Direcionar a instituição com base no conhecimento, estudos técnicos-científicos e constante investimento em pesquisas, visando ser reconhecida no Brasil e no exterior como um centro de excelência emanador de informações e colaborando, desta forma, com os profissionais da saúde, em especial os médicos ginecologistas especializados ou não em endometriose.

Ficha Técnica

Título: III Campanha Nacional de Esclarecimento sobre Endometriose 2009

Data, local e nº de participantes:

- 08/05 - São Paulo/SP - Praça da Sé = 3.000 pessoas

- 08/05 - São Paulo/SP - Rua 25 de Março = 3.000 pessoas

- 10/05 - São Paulo/SP - Parque do Carmo = 6.000 pessoas

- 21/06 - Curitiba/PR - Largo da Ordem = 20.000 pessoas

Abrangência: Nacional

Empresa Organizadora: RV Mais Promoção e Eventos

Realização do Evento: SBE – Sociedade Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva

Patrocínio Exclusivo: AstraZeneca

Considerada a doença da mulher moderna, a endometriose caracteriza-se pela presença do endométrio fora do útero. O endométrio corresponde ao tecido que reveste a cavidade do útero, preparando-o para receber o embrião. Quando não ocorre fecundação, este tecido se descama e é eliminado por meio da menstruação. Na endometriose, este tecido se implanta fora do útero, migrando, através da corrente sanguínea, para órgãos como ovários, ligamentos pélvicos, intestinos, bexiga, apêndice e vagina. Em casos mais raros, pode ser encontrado em órgãos distantes, como pulmão, pleura e sistema nervoso central. Isso faz com que a doença seja tratada de maneira multidisciplinar, por especialistas de diversas áreas.

Não existe uma forma de se prevenir a doença, mas pode-se fazer uma prevenção secundária, através do conhecimento da doença. Com a presença dos sintomas, em especial a dor, a pessoa deve procurar um médico ginecologista com urgência, pois quanto mais cedo se detecta a doença, mais rápido um tratamento adequado poderá ser iniciado.

O foco da SBE é alertar a população e prezar pela qualidade de vida das mulheres afetadas pelos sintomas da endometriose. Mostrar para elas que sentir cólicas ao ponto de mudar a rotina, ter que faltar ao trabalho, desgastar a relação com o parceiro, prejudicar o trânsito intestinal, dentre outros problemas, não pode ser aceito como algo normal.

Assim, a proposta, em 2009, foi a de fazer uma campanha de prestação de informação pública e gratuita, levando informação às pessoas nas ruas e centros de grande concentração de público com ações de impacto social, interagindo com o público onde ele se encontra por meio de estratégias de abordagem direta, usando, de forma contínua, o slogan “Dói mais não saber”.

Conscientizar a mulher sobre as características da endometriose e como combatê-la foi o mote da III Campanha Nacional de Esclarecimento sobre Endometriose. A doença, que acomete cerca de 6 milhões de mulheres no Brasil, pode chegar a atingir 30 milhões no mundo todo, números que tendem a aumentar, principalmente pela falta de informação sobre a enfermidade, que é o principal empecilho para um diagnóstico precoce.

Para que os objetivos estabelecidos pela SBE se cumprissem, foi montado um calendário da campanha para a realização das ações em cidades pré-estabelecidas. O formato das ações contou com a distribuição de folders explicativos, a presença de médicos voluntários para tirar dúvidas em locais de grande circulação pública e um grupo de atores responsável pela parte lúdica.

Em sua terceira edição, procuramos fazer ações menores e mais direcionadas. Como todas aconteceram em locais públicos, para cada cidade foi definido o dia da semana com maior movimento, a fim de atingirmos um grande número de pessoas.

Definição dos locais: foram escolhidos três locais de grande circulação em São Paulo e um local em Curitiba. O cenário atual da Endometriose em cada local, levando-se em conta a informação da população da cada cidade, os estudos científicos e a atuação dos médicos, foram fatores determinantes para a escolha dos locais. Para cada local foi definido o dia da semana com maior movimento para atingirmos um maior número de pessoas.

Ações definidas: O formato contou com a distribuição de folders explicativos, a presença de médicos voluntários que tiraram dúvidas e de um grupo de atores, que ficou responsável pela parte lúdica.

Os artistas, que integraram a “Trupe da Dor”, encenavam esquetes (peças de curta duração) para alertar de forma interativa e bem-humorada sobre o fato de que sentir dor durante o período menstrual, entre as menstruações ou durante a relação sexual pode ser indício dessa grave doença que, se não tratada, pode acarretar na perda da fertilidade.

A presença dos profissionais foi fundamental para dar credibilidade à campanha e fazer com que as pessoas realmente parassem para perguntar e esclarecer dúvidas.


As Ações

Além do formato pré-estabelecido – presença de médicos para esclarecimento de dúvidas e de promotores vestidos com a camiseta da campanha para distribuição de folders, fotógrafo, assessor de imprensa e pessoal de limpeza e segurança, cada uma das ações contou com equipes locais diferenciadas, que promoveram a interatividade com o público de maneira particular.


1ª Ação: São Paulo – SP – Praça da Sé – Centro

Dia: 08/05/2009 – sexta-feira – Horário: das 11h às 15h
Público atingido: 3.000 pessoas

A abertura oficial da III Campanha Nacional de Esclarecimento sobre Endometriose ocorreu na capital paulista. Com a autorização para a realização da campanha na Praça da Sé através da apresentação do escopo do trabalho de prestação de serviços para a população o evento transcorreu de forma excelente.

O fluxo de público durante o evento foi constante, em especial, durante a apresentação da bandinha que animou e chamou a atenção de todos que passavam pelo local. Consideramos o resultado positivo, pois a Praça da Sé apresenta movimento de pessoas o tempo todo, incluindo homens, mulheres e famílias inteiras que, ao passarem pelo local, receberam a informação.

Uma surpresa foi o número de jovens com os sintomas da doença. Muitas adolescentes paravam para ler o folder e se identificavam imediatamente com o que estava exposto. Essa foi uma ótima oportunidade para chamar a atenção deste público, entregar o material e recomendar uma ida urgente ao ginecologista. Muitas mulheres adultas, infelizmente, com endometriose, também passaram pelo local explicando que estavam em tratamento, mas que ainda tinham dúvidas sobre a doença.

Para interagir com o público foi contratada um grupo de atores que ao mesmo tempo passavam informações sobre a doença. Estes estavam caracterizados como cozinheiros, palhaços, médicos, buscando assim a integração com o público. Além disso, um escultor de bexigas confeccionava ao vivo bexigas em formato de tulipas em tons de rosa e lilás para entrega ao público participante.

Próximo a uma tenda montada exclusivamente para esta campanha, uma equipe de promotores, vestida com a camiseta da campanha, era responsável pela abordagem junto à população para falar sobre o assunto e entregar folhetos com outras informações.

Para garantir que nenhum incidente ocorresse com a equipe que estava trabalhando e o andamento da campanha, foram contratados também dois seguranças que ficaram durante todo o período o evento.


2ª Ação: São Paulo – SP – Rua 25 de Março – Centro

Dia: 08/05/2009 – sexta-feira – Horário: das 11h h às 15h
Público atingido: 3.000 pessoas

Simultaneamente com a ação na Praça da Sé, outra campanha foi realizada nos mesmos moldes, na movimentada rua de comércio popular 25 de Março.

A autorização para a realização da campanha foi obtida somente para a entrega de materiais impressos, o recurso da bandinha e também dos atores foi vetado. Essa restrição foi devido ao cenário populoso da rua que inclui milhares de pessoas, dezenas de camelôs e lojas apinhadas, sendo assim, impossível montar qualquer tipo de barraca, tenda ou balcão para atendimento.

Neste local, diferente da Praça da Sé, a concentração de pessoas na rua e em seu entorno é muito maior. Para atingir um maior número de mulheres, a equipe foi posicionada estrategicamente nas esquinas da Rua 25 de março para a abordagem e distribuição dos materiais.


3ª Ação: São Paulo – SP – Parque do Carmo - Itaquera

Dia: 10/05/2009 – domingo – Horário: das 10h às 13h
Público atingido: 5.000 pessoas

Dois dias após as primeiras ações realizadas no centro de São Paulo, foi a vez da zona leste receber a III Campanha Nacional de Esclarecimento sobre Endometriose.

O Parque do Carmo que recebe nos finais de semana milhares de famílias foi o local escolhido para a realização da ação. Devido ao enorme fluxo de pessoas, a distribuição de materiais foi duplicada. Durante o período de três horas, foram entregues mais de 6.000 folders.

A autorização para a realização da campanha foi obtida após uma visita técnica acompanhada da pessoa responsável pela realização de eventos no parque, para a determinação da melhor localidade para a instalação da tenda da campanha.

Devido ao tamanho do parque, as diversas entradas e áreas diferenciadas para receber milhares de pessoas, foram feitas incursões para todos os lados do parque de forma a atingir o maior número de pessoas possível. Uma das principais entradas do parque contribuiu para a abordagem da população e para convidar as pessoas a conhecer mais de perto o que é esta doença, os principais sintomas e outras informações importantes.

As atividades temáticas seguiram a mesma linha das ações desenvolvidas anteriormente. A apresentação de uma bandinha e um grupo de atores concentrados em frente ao ponto de distribuição dos materiais chamou bastante a atenção do público que passava pelo local.

Promotores contratados para a realização da ação, vestidos com a camiseta da campanha, entregavam um folheto informativo, fazendo a abordagem junto à população e carregavam placas com frases lúdicas e sintomas da doença, por exemplo:
- “Sinto Cólicas”
- “A endometriose ou eu”
- “A endometriose pode causar a infertilidade”
- “Não consigo engravidar”
- “Não agüento mais as cólicas da minha mulher”

Como forma de chamar a atenção das famílias, ao lado da tenda foi colocado um carrinho de algodão doce, servido em duas cores: branco e lilás, as cores da campanha, e que fez a festa não só das crianças, mas de muitos adultos que paravam para se informar sobre o tema da campanha.


4ª Ação: Curitiba – PR – Local: Praça José Cândido – Feira do Largo da Ordem

Data: 21/06/2009 – Domingo – Horário: das 09h às 13h
Público atingido: 20.000 pessoas

A maior de todas as ações da III Campanha Nacional de Esclarecimento sobre Endometriose ocorreu em Curitiba, graças ao engajamento de um grupo de médicos locais. O quiosque montado na Feira do Largo da Ordem ficou pequeno, tamanha concentração de público. Quatro promotores e mais de trinta estudantes de medicina entregaram folders e convidaram as pessoas a tirar dúvidas com os doze médicos presentes, além de orientar as pessoas, a saber, mais sobre a doença.

O local é bem movimentado e possui estrutura para a realização deste porte de evento. Com relação ao público, a campanha atingiu plenamente os objetivos. Os atores vestidos de palhaços portavam chocalhos, fazendo bastante barulho, entretendo as pessoas e atraindo assim a atenção da população. Muitas pessoas, inclusive os expositores da feira, se interessaram em pegar os folder e solicitar informações sobre a doença com o intuito de alertar familiares e conhecidos.

Nos cruzamentos próximos ao local da ação, um grupo de promotores em áreas de grande circulação da feira e posicionados na faixa de pedestre dos semáforos, levantavam placas com frases lúdicas sobre os sintomas da endometriose e diziam os “gritos de guerra”:
- Ose, ose, ose, afaste a endometriose!
- Xô cólica, xô cólica!
- Quero engravidar, fora endometriose!

Folhetos foram distribuídos para pessoas que transitavam em carros e ônibus. A campanha movimentou a Feira toda. O ponto de apoio ficou fixo na frente das ruínas, na Praça José Cândido, em um local mais alto que as barraquinhas da Feira, com ótima visibilidade.

Galeria de imagens
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Praça da Sé
Rua 25 de Março
Rua 25 de Março
Rua 25 de Março
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Parque do Carmo
Praça José Cândido – Feira do Largo da Ordem
Praça José Cândido – Feira do Largo da Ordem
Praça José Cândido – Feira do Largo da Ordem
Praça José Cândido – Feira do Largo da Ordem
Praça José Cândido – Feira do Largo da Ordem
 

 

Em todas as cidades, a campanha foi muito bem-recebida. A população como um todo é carente de informações. A doença ainda é desconhecida por grande parte das mulheres, porém sempre encontramos mulheres que têm Endometriose e fazem questão de relatar sua experiência, os tratamentos e as cirurgias pelos quais passou.

A campanha é de fundamental importância para o esclarecimento e cumpre muito bem seu objetivo. A presença dos médicos voluntários faz com que a população se sinta segura em esclarecer as dúvidas, pois é uma oportunidade para quem não tem acesso fácil à informação. Os médicos que participaram se surpreenderam com o resultado da ação, notando o quanto as pessoas participam e se interessam pela temática.

As ações tiveram boa repercussão na mídia o que gerou a publicação de matérias sobre a campanha:

- São Paulo - AGORA – 08/05/2009
Evento fala sobre saúde da mulher

- Revista Claudia

- Curitiba - DIÁRIO POPULAR – 21/06/2009
Largo da Ordem é palco de campanha sobre Endometriose

- Curitiba - BEM PARANÁ – O PORTAL PARANAENSE – 18/06/09
Santa Casa de Curitiba realiza campanha para esclarecer a endometriose

- Londrina - FOLHA DE LONDRINA – 21/06/09
Campanha alerta sobre o perigo da endometriose
Profissionais da saúde orientaram a população sobre a doença

A RV Mais entende que sua trajetória de crescimento está diretamente ligada a sua conduta empresarial responsável. Preocupada com valores, como ética, cidadania, desenvolvimento sustentável e igualdade social, adota diretrizes sócio-ambientais para estimular estes princípios.

A filosofia da RV+ é pautada pelos serviços de prestação pública na área de saúde, em parceria com seus clientes. Milhares de pessoas se beneficiaram e se beneficiam todos os anos, com campanhas sociais e outras formas de comunicação, obtendo informações e conhecendo, mais de perto, temas como: Doação de Órgãos, Puberdade Precoce, Endometriose, Incontinência Urinária, Câncer de Próstata, Envelhecimento Masculino, Daem, Câncer de Bexiga e Câncer de Mama.

Também na área social, a RV Mais é responsável pela formatação e realização do Projeto Arte de Viver, um concurso nacional de pintura e de poesia voltado para portadores de esquizofrenia e transplantados que possui o intuito de despertar a criatividade e permitir a expressão da comunicação de idéias e emoções dessas pessoas por meio da arte.

Conheça as diretrizes internas e em eventos externos adotadas pela empresa:

Diretrizes internas:
- Uso racional de energia e água, através de campanhas de conscientização sobre a importância em reduzir o desperdício desses recursos;
- Economia de papel: aproveitamento do verso como rascunho;
- Programa de gestão de resíduos;
- Doações de sucatas de equipamentos usados.

Diretrizes em eventos:
- Análise da área do evento dentro dos padrões de sustentabilidade;
- Prioridade na escolha de materiais alternativos que tenham em sua composição material reciclado para a construção de áreas, estandes e comunicação visual;
- Preferência na contratação de mão-de-obra local;
- Gerenciamento de resíduos de montagem;
- Reciclagem de materiais;
- Direcionamento pós-uso de materiais para entidades sociais;
- Redução do consumo de energia com utilização de luz natural;
- Utilização de produtos biodegradáveis.

A RV Mais acredita que as consciências dos que nos cercam são despertadas quando se dá o exemplo.

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube