Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 17ª Edição

Case: AQUALUME
Candidato: Biruta Mídias Mirabolantes
Cliente: Net
Segmento: Eventos
Estado: RJ
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
Aqualume

Este projeto é um grande espetáculo cultural e tecnológico que foi oferecido aos cariocas. A exibição dos conteúdos era realizada em um painel de água gigante, criado a partir de uma bomba submersa a 3 metros de profundidade. Por trás, a 50 metros de distancia, uma balsa com três projetores em alta resolução e um gerador, projetavam na cortina mais de dois milhões de pixels formando uma tela de 600 m2. O conteúdo variava entre filmes, clipes, animações, games e ainda inserções das principais noticias das Olimpíadas de Pequim, estimulando a interatividade com o público. Além disso, o patrocinador tinha direito a inserções da sua marca e distribuição de alguns produtos logomarcados.Os dias de evento foi um verdadeiro show de luzes e cores, proporcionando a todos os cariocas um momento único. Qualquer pessoa que tivesse interesse tinha a possibilidade de participar, pois o projeto foi todo desenhado para ser um verdadeiro presente para cidade maravilhosa, sendo assim totalmente gratuito.

O projeto contou com quarenta horas de programação gratuita com filmes, clipes, animações, shows e ainda, inserções das principais noticias das Olimpíadas de Pequim, além de muita interação com o público e games. Consagrado como o principal evento cultural noturno carioca, o “Aqualume” foi uma forma de aproximar a marca Net do público, enaltecendo ainda mais a imagem positiva da empresa através da cobertura das Olimpíadas de Pequim, da qual a marca era patrocinadora. O grande espetáculo foi assistido por mais de trinta mil pessoas, gerando muita mídia espontânea, viralização de informações e principalmente excelente repercussão dentro e fora da cidade. Localizado em um dos mais bonitos cartões postais da cidade do Rio de Janeiro, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Aqualume foi planejado e estruturado para ser um verdadeiro presente aos cariocas, que podiam participar de toda a programação gratuitamente. Além da principal atração, o maravilhoso telão de agua, havia também tendas que ofereciam diversas atividades diferenciadas para quem estivesse interessado em participar.

O projeto foi desenvolvido a partir da tecnologia de ponta, que permitiu a projeção de imagens em uma enorme tela de água. Por trás, a cinqüenta metros de distancia, uma balsa com três projetores em alta resolução e um gerador projetava na cortina mais de dois milhões de pixels formando uma tela de seiscentos metros quadrados. Distante da balsa, onde a engenharia se transforma em fantasia, um flutuador era responsável por transformar o jato de água no leque-painel para a exibição.
Todo o conteúdo exibido podia ser previamente selecionado e formatado para ser transmitido para todo o público que estivesse assistindo. Por isso, foram exibidos curtas, clipes, ou ainda mensagens do próprio patrocinador. Além disso, foi possível transmitir ao vivo as principais noticias das Olimpíadas de Pequim, atrelando a marca a tecnologia e informação em tempo real. Para o projeto foi criado o sistema de “Live Action”, que permitia a exibição ao vivo de algo que estivesse sendo filmado no momento. Em um dos dias de evento, as pessoas puderam assistir na super tela de água a um show de mágica que estava acontecendo nas margens da Lagoa. A tecnologia e a equipe de inteligência permitiram a criação e o desenvolvimento de um evento mágico que ficou eternizado na memória de todos que participaram.

O evento cultural e inovador, Aqualume, foi assistido por mais de trinta pessoas e superou em cinco vezes o investimento através de retorno em mídia espontânea. A presença do Aqualume pode destacar mais uma vez o potencial, a beleza e a capacidade do Rio de Janeiro para receber e gerar grandes espetáculos.
O publico se encantou com o show, e inconscientemente atrelou a positividade do evento à marca, Net. As redes sociais e os sites de relacionamento ficaram repletos de registros escritos e fotográficos das próprias pessoas que curtiram o evento. Os relatos apareceram como um bom indicador da aprovação do público e do anseio por uma nova edição.
O retorno também pôde se calculado através do apoio recebido da cidade como um todo. A estrutura construída para o projeto revitalizou e valorizou ainda mais a cidade do Rio de Janeiro, além de se tornar uma ótima e diferente alternativa de lazer noturno. O ineditismo de todo esse evento no Brasil o tornou ainda mais surpreendente, reforçando assim a imagem da marca como tecnológica e inovadora.

Todo o projeto foi cuidadosamente desenvolvido para atender não só as necessidades mercadológicas, mas principalmente envolver-se com questões ambientais e sociais. O equipamento utilizado não gerou nenhum tipo de impacto negativo ao meio ambiente, e ainda ajudou na oxigenação da água da Lagoa Rodrigo de Freitas.
Além disso, as tendas ofereciam diversas atividades para o público. Em uma delas, as pessoas encontravam um grande aquário no qual podiam puxar mini tags. Neles encontravam-se curiosidades sobre a natureza e o meio ambiente, funcionando assim como um estímulo para a preservação e um veículo educativo para a conscientização popular quanto as questões relacionadas a preservação ambiental e responsabilidade social.
O Aqualume foi totalmente gratuito, integrando e convidando toda a população carioca. O maravilhoso evento foi um verdadeiro presente para a cidade maravilhosa, registrando-se como uma prova de que é possível unir responsabilidade sócio-ambiental, programação cultural e entrega de marca.

 

Compartilhe: Twitter Facebook Linkedin Plaxo Youtube