Evento Neutro
Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 13ª Edição

Case: RIOCENTRO E A SUSTENTABILIDADE DURANTE A RIO + 20
Candidato: Riocentro
Cliente: Riocentro
Segmento: Prêmio Caio Sustentabilidade
Estado: RJ
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
Riocentro e a sustentabilidade durante a Rio + 20

Em junho de 2012, o Rio de Janeiro sediou a Rio+20. O Riocentro, principal palco deste encontro da ONU, investiu em soluções sustentáveis para receber autoridades e público.
O espaço foi todo adaptado – inclusive com pesadas obras de infra-estrutura – para atender aos altos padrões ambientais da organização do evento. Mais do que atender às necessidades de um evento específico, o serviço prestado para a Rio+20 indica novos rumos para a organização de eventos sustentáveis no Brasil e América Latina. Foram feitas adaptações para adequar as medidas aos espaços do grupo e necessidades do público brasileiro, sem perder de vista o resultado final desejado, que é diminuir o impacto ambiental no ciclo completo de um evento, do planejamento à destinação de resíduos.
Soluções como tratamento de esgoto, uso de materiais biodegradáveis, reciclagem de carpetes, uso de tintas menos nocivas, reciclagem do lixo e uma praça de alimentação sustentável são apenas uma parcela destas ações para preservar o meio ambiente.

A Rio+20 (Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável) foi realizada de 13 a 22 de junho de 2012. A maior parte dos eventos se concentrou no Riocentro, espaço administrado pela GL events Brasil.
O compromisso do Riocentro e da GL events Brasil com o meio ambiente e o desenvolvimento sócio-econômico vem das diretrizes dadas pela multinacional na França no programa Pense Verde (Think Green). As principais diretrizes do programa Pense Verde são:
1) Limitar o impacto ambiental nos eventos recepcionados, organizados e equipados pela empresa.
2) Fomentar a construção, renovação e operação responsável dos locais dos eventos, junto com o público consumidor.
3) Conscientizar os funcionários quanto às melhores práticas para o desenvolvimento sustentável da empresa.
Sobre o Riocentro
O Riocentro é o principal espaço para eventos administrado pela GL events Brasil. Venue de superlativos, ele tem um total de 570 mil metros quadrados, dos quais 100 mil de área construída. Seu estacionamento possui sete mil vagas que servem a cinco pavilhões, quatro dos quais totalmente climatizados e um com estrutura modular adaptável a eventos de diferentes tamanhos.
Juntos, eles oferecem estrutura de refrigeração, auditório multifuncional com capacidade para até 4500 pessoas, divisórias acústicas removíveis, mezaninos climatizados, auditórios para até 400 pessoas, 16 salas modulares com capacidade para 270 pessoas, salão VIP, cozinha industrial, postos de atendimento médico, bureau de segurança estratégica, rede wi-fi, estação de telecomunicações, heliponto e um imenso jardim tropical com um lago.
Inaugurado em 1977 para preencher a lacuna existente no Brasil por um centro de convenções de grande porte, o Riocentro participou da história econômica, política e cultural brasileira nessas mais de três décadas. Com a concessão, a GL events Brasil agregou gestão profissional que se revela em números. Em 2011, o centro de convenções registrou o maior número de eventos e público dos seus 34 anos de existência. Cerca de 1,8 milhão de pessoas (1,3 em 2010) passaram por 70 feiras, conferências, shows e encontros corporativos nacionais e internacionais. Um crescimento de 11% no número de eventos e 30% no de visitantes. Os recordes marcaram os cinco anos da gestão GL events Brasil, que administra o centro de convenções desde 2006.
Sobre a GL events Brasil
A GL events Brasil é a operação brasileira de uma das maiores empresas mundiais do ramo de eventos, a francesa GL events. Com experiência em organização de megaeventos internacionais - como Copas do Mundo, Olimpíadas, festivais de música e cinema – e administração de 36 espaços em 17 países, a GL events desembarcou no Brasil em 2006. Ao chegar, atuou nos Jogos Panamericanos de 2007 e venceu as licitações para fazer a gestão do Riocentro e da HSBC Arena, no Rio de Janeiro. A GL events Brasil sediou, no Riocentro e na HSBC Arena, a Rio + 20, e sediará o Centro Internacional de Transmissão (IBC) da Copa do Mundo da FIFA™ 2014, no Riocentro.
Em 2006, a GL events se associou à Fagga Eventos - Fagga l GL exhibitions -, que já acumulava 40 anos de experiência no mercado nacional. Desta forma, a GL events Brasil nasceu com amplo know-how nacional e internacional. Atualmente, tem escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Bahia, e possui cinco subsidiárias: a Fagga l GL exhibitions, especializada na organização de feiras e eventos corporativos; a Top Gourmet, provedora de soluções em catering para eventos, alimentos e bebidas; a AEdita, editora responsável por duas das mais importantes publicações no segmento de beleza (You Brasil e Les Nouvelles Esthétiques); GL services, que atua no desenvolvimento e instalação de infra-estruturas e serviços para eventos; e Veredas, agência de eventos desenvolvida para ser o braço-direito das áreas de marketing dos clientes, com presença em todas as etapas do processo de realização.
A GL events Brasil segue um programa global de responsabilidade ambiental idealizado por sua matriz francesa. A intenção é agir no ciclo completo de um evento a fim de minimizar o impacto de sua atividade no meio ambiente. O programa Think Green (Pense Verde) está presente desde a organização e planejamento até a reutilização e gestão do lixo em todos eventos realizados pela GL events no Brasil.

Galeria de imagens
Riocentro Sustentável
Riocentro Sustentável
Riocentro Sustentável
Riocentro Sustentável
Riocentro Sustentável
Riocentro Sustentável
Riocentro Sustentável
     

 

Foram 1380 pessoas mobilizadas para atuar durante a Rio+20 e gerir as soluções sustentáveis definidas para o evento. Alguns destaques:
- Antecipação do investimento de cerca de R$ 1,5 mi para a dragagem da Lagoa e o Rio Camorim, que ficam dentro do Riocentro.
- Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) capaz de tratar 340m3 por dia. O sistema usado é o tanque de lodo e tanque de aeração.
- Através da Top Gourmet (empresa do grupo GL events Brasil), utilizou copos, pratos e talheres feitos a base de plástico de milho (biodegradável) na praça de alimentação.
- Separação do lixo da praça de alimentação.
- Através da Fagga Eventos (empresa do grupo GL events Brasil), foram usados carpetes reciclados para acústica e revestimento de 4 pavilhões.
- Uso de lonas e tintas ecológicas (Lona Discovery-2 440 GSM) com impressão em tinta Eco Solvente Tech Ink e Látex HP para toda a comunicação visual: painéis, módulos de parede, banners, sinalização interna da publicidade e merchandising.
- Doação das lonas usadas para a ONG Tem Quem Queira. Elas serão recicladas para confecção de bolsas, sacolas, necessaires, entre outros.
- Reciclagem de todo o lixo produzido através de parceria com uma ONG de gestão de resíduos. A ONG Doe Seu Lixo é a responsável pela gestão administrativa dos resíduos sólidos não recicláveis, orgânicos/rejeito e contaminados (como pilhas e baterias).
- Troca de toda a iluminação interna e externa para o sistema LED, mais econômico. São mais de 6400 lâmpadas no total.

Os números da Rio+20 são superlativos como o Riocentro:
•193 países participantes.
• 45381 visitantes credenciados (4075 jornalistas).
• 80540 refeições servidas.
Os resultados ambientais foram:
• 20 toneladas de lixo orgânico transformadas em adubo.
• 90 mil metros quadrados de carpetes produzidos com garrafas PET recicladas.
• Reciclagem de 50 toneladas de lixo.
• Uso de 1 milhão de copos biodegradáveis.
• 4 mil metros quadrados de lona reciclados.
• Esgoto tratado por dia: 340m³.
• Durante o evento, foi usada a energia limpa (hidroelétrica) fornecida pela concessionária de energia elétrica, além de geradores alimentados com biodiesel.
• Economia de aproximadamente 20% de energia elétrica em iluminação.
O sucesso da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável foi exaltado pelo Secretário-Geral da ONU para a Rio+20, Sha Zukang, ao afirmar que o centro de convenções foi o melhor local de reuniões da ONU em que ele esteve nos últimos anos.
Além da Rio+20, o Riocentro também foi escolhido pela FIFA para sediar o Centro Internacional de Transmissão (IBC) da Copa do Mundo da FIFATM 2014 e do Comitê Organizador Local (COL). Em 2016, o principal pólo de turismo de negócios do Rio de Janeiro dará lugar a competições dos Jogos Olímpicos.

 
  • contato: (11) 2538-4156 - (11) 7377-8878