Evento Neutro
Prêmio Caio Sustentabilidade

Prêmio Caio 13ª Edição

Case: ICTS TALENT SHOW
Candidato: Immaginare Experiências e Viagens Extraordinárias
Cliente: ICTS Global
Segmento: Eventos
Estado: SP
TROFÉU LEDCOM
Categoria: Evento de Endomarketing
 
Capa Apresentação Conteúdo Apresentação de inovações tecnológicas e estratégias indicando Desafios e Soluções Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos
ICTS Talent Show

A ICTS é uma empresa multinacional de consultoria e serviços em gestão de riscos de negócios.
Sua missão abrange o tratamento de processos, sistemas e ambientes de trabalho vulneráveis, erros operacionais, ameaças diversas, desvios de conduta e cultura ética fragilizada.
A ICTS realiza sua tradicional Festa de Fim de Ano com os colaboradores com temas a serem trabalhados no próximo ano. Para a festa de 2011/2012 eles foram: B-Side, Integração e Protagonismo.
Recebemos o desafio de desenvolver uma proposta inovadora relacionada a esses temas.
Ficha Técnica do Evento
Título ICTS Talent Show
Tema Show de Talentos
Nº de Participantes 115
Local Hotel Blue Tree Morumbi
Data 20/12/2011, das 9 às 24h
Periodicidade Anual
Abrangência Nacional
Conceito B-Side, Integração e Protagonismo
Descritivo
Festa de confraternização inovadora, criada sob medida para a ICTS, abordando de forma lúdica temas importantes para o dia-a-dia da empresa.
Briefing
Há muitos anos realizando eventos tradicionais, em 2011 a ICTS queria levar INOVAÇÃO, INTEGRAÇÃO e PROTAGONISMO para sua festa de fim de ano.
O público são os colaboradores da empresa, 115 pessoas. O perfil: faixa etária (25 a 35 anos), graduados em universidades de primeira linha, boa parte com vivência internacional.
Essa festa é muito aguardada, sendo o momento em que esses consultores, que ficam alocados em diferentes regiões e empresas no Brasil, se reúnem, trocam experiências e confraternizam.
O evento deveria acontecer em 1 dia, com a parte da manhã destinada às apresentações dos sócios, os resultados do ano e as projeções para 2012 e a parte da tarde e noite reservadas para as atividades de integração
Objetivos
Fazer dos 115 colaboradores ICTS protagonistas da festa de confraternização.
Aflorar os talentos, muitas vezes escondidos ou desconhecidos pelos colegas, que apareceriam através dos hobbies individuais.
Criar laços mais pessoais entre os colaboradores, promovendo uma integração mais calorosa.
Proposta Immaginare
Fugir dos clichês e criar um evento diferente, único.
Propusemos que o evento fosse construído e protagonizado por cada um dos 115 colaboradores. Criamos oficinas dirigidas por profissionais que dirigiriam um show de talentos. Os colaboradores optariam pela oficina relacionada com seu B-side, seu hobby.
Assim promoveríamos, a partir do B-side de cada um, um relacionamento que fosse além do dia-a-dia deles na empresa, fortalecendo os vínculos e a qualidade das relações.

Galeria de imagens
local do evento
plenária
plenária
   

 

Desafios

O primeiro desafio foi “vender” o projeto para a Diretoria da Empresa, uma vez que era um projeto bastante inovador, e a ICTS, embora formada por jovens talentos e lidando com temas “de ponta” nos negócios mundiais, tinha um perfil mais conservador.

Passada essa etapa, o próximo desafio era “vender” o projeto aos 115 participantes, pois para ele acontecer seria necessária a adesão de todos.

Uma comunicação clara e bem alinhada era fundamental nesse processo. Outro obstáculo era a distância geográfica. Os participantes não trabalham no mesmo ambiente, são consultores alocados em diferentes empresas, em diversas partes do Brasil. Não havia a possibilidade de encontros para ensaios e alinhamento do evento e das apresentações.

Soluções

Um Plano de Comunicação consistente com a realidade dos participantes para o pré-evento: envio de informativos semanais com o intuito de instigar, despertar o interesse e ao mesmo tempo detectar hobbies e habilidades de cada participante. A partir disso, promover o engajamento de todos na proposta.

Criação de grupo fechado no Facebook, liderado por um facilitador especialista no tema, e dividido por categorias: dança, teatro, fotografia, etc. para proporcionar ensaios/encontros virtuais, anteriores ao evento, entre os participantes. Aquecendo o clima.

Criação e inserção de um personagem, um Mestre de Cerimônias virtual (Mr. ICTS), responsável pela comunicação pelo Facebook e também através de e-mail, para atingir 100% do grupo, considerando que nem todos possuíam perfil no Facebook.
O primeiro passo foi o envio de um teaser para a detecção dos talentos individuais e hobbies (B-side) dos colaboradores.

Depois das respostas criamos o grupo no Facebook , dividido em subgrupos pelas escolhas individuais e durante o período de um mês interagimos com os participantes sobre os assuntos referentes aos talentos e oficinas.
Para quem não teve acesso ao aplicativo interagimos também por e-mail.

O Evento - programação

Recebemos os convidados no Hotel Blue Tree Morumbi com um welcome coffee e entrega de camisetas e crachás.

O período da manhã foi dedicado às apresentações dos sócios referente aos resultados do ano sw 2011 e as estratégias e perspectivas para o ano de 2012, culminando com a premiação das equipes. Isso ocorreu no salão maior, da plenária.

O almoço foi servido no restaurante do Hotel, onde iniciamos a preparação do ICTS Talent Show, com os facilitadores das oficinas almoçando junto com os seus grupos.

Das 14h até as 18h os participantes se reuniram, divididos por oficinas, em salas diferentes do hotel. Criaram e ensaiaram suas próprias apresentações. Organizaram e produziram o ICTS Talent Show para receberem a si próprios.

Oficinas

MC - A oficina de mestres de cerimônia foi conduzida pelo Mestre de Cerimônia Marcelo Feitosa. Ele e alguns participantes ficaram encarregados de conduzir o Talent Show de forma lúdica, poética e informativa.

Música - A oficina de música foi conduzida pelo músico Davi Sibella de Freitas , onde os instrumentos musicais podiam variar de uma simples garrafa PET até o uso de aplicativo do IPAD( garage band), incluindo instrumentos tocados e trazidos de casa pelos colaboradores da ICTS. Tudo foi usado para a concepção dos números musicais a serem apresentado pelo grupo.

Teatro - A oficina de teatro foi conduzida pelo diretor teatral Marcos Horta, onde o grupo criou , ensaiou e apresentou uma rápida encenação de uma esquete trabalhando o tema central do evento.

Dança - A oficina de dança foi conduzida pela coreógrafa Patricia Kfouri. O grupo criou, ensaiou e apresentou duas coreografias em grupo usando uma variedade de ritmos e estilos.
Roteiros/textos - A oficina de roteiros/texto foi conduzida pela redatora Nicole Aun. O grupo criou os textos relacionados à produção das apresentações. Foram responsáveis pelos textos utilizados pela equipe de mestres de cerimônia e teatro.

Artes Plásticas - A oficina de artes plásticas foi conduzida pela artista plástica Juliana Siufi. O grupo criou o cenário e a decoração de palco do evento, usando técnicas de pintura, desenho, colagem, com diversos materiais.
Maquiagem - A oficina de maquiagem foi conduzida pela maquiadora Monalisa Ribeiro. O grupo foi responsável por maquiar os mestres de cerimônia e todos os artistas ( colaboradores ) que se apresentaram.

Figurino - A oficina de figurino foi conduzida pela artista plástica e figurinista Silvana Marcondes. O grupo foi responsável por criar e produzir os figurinos, utilizando materiais alternativos como papel kraft, fitas, barbante, etc.. e vestindo os artistas que se apresentaram.

Técnica - A oficina técnica foi conduzida pelo profissional de eventos Fernando Rabello. O grupo que escolheu essa oficina foi responsável por todo o suporte para a execução das apresentações de talento das outras oficinas. Isso incluiu atividades como Holding para a oficina de música, escolha de trilha sonora, iluminação dos números, cenário virtual projetado no telão, elaboração do roteiro geral e coordenação dos grupos.

Fotografia - A oficina de foto foi conduzida pelo fotógrafo Du Zuppani. O grupo ficou responsável por fazer o making of das oficinas, detalhes gerais do evento e cobertura do ICTS Talent Show. Além disso, a equipe de foto selecionou, editou e projetou um slide show das melhores fotografias nos intervalos das apresentações.

Vídeo - A oficina de vídeo foi conduzida pelo casal Yuri e Vera Sanada. O grupo ficou responsável por fazer o making of das oficinas, detalhes gerais do evento e a cobertura completa do Talent Show. Além disso, a equipe de vídeo selecionou e editou o filme final do evento.

ICTS Talent Show

A partir das 18h, depois do coffee break, todos os participantes se dirigiram ao teatro montado no salão principal do hotel. Ambientado pelas obras de artes produzidas pelo grupo da oficina de artes plásticas, sonorizado e iluminado pela equipe técnica, todos se acomodaram no teatro para o início do show.

O clima era de festival. Expectativa e ansiedade no ar junto com os últimos acordes do ensaio do grupo de música, que seria o primeiro a se apresentar.

Os Mestres de Cerimônia abriram o show com uma performance de poesia, estátuas e dança bem ensaiados. Eles foram responsáveis por apresentar todos os grupos, sempre com pequenas esquetes e performances nos intervalos.

Todos os grupos se apresentaram, um a um, saídos da platéia, enquanto seus colegas rasgavam aplausos a cada performance, a cada descoberta, a cada revelação, muitas delas surpreendentes. O clima era da mais alta energia e vibração. A platéia batucava e assobiava incessantemente. A assistência quase vinha abaixo quando via sócios e colaboradores exibindo, em uníssono, os dotes e talentos individuais mais insuspeitados.

Informações técnicas

O evento aconteceu no Hotel Blue Tree Morumbi. Utilizamos as Salas Ametista 1,2 e 3 para a plenária principal e no período da tarde utilizamos também as salas Ágatas 1,2A e 2B para as oficinas. No período da noite, a sala Ametista 3 passou a ser o venue para a festa de encerramento.

Para a plenária principal utilizamos um palco de 8m x 4m, uma estrutura de box truss para a montagem de backdrop de comunicação de fundo de palco ( 8m x 4,5m) e duas telas laterais de 150”.
No palco tínhamos um púlpito de acrílico transparente para apoio nas apresentações.
Sistema de Som – trabalhamos com mesa de som de 24 canais, 4 caixas amplificadas ( Antera) , Subwoofer, 4 amplificadores, 1 bateria completa, 4 microfones Shure sem fio, 2 microfones de sopro, 2 players de DVD e um IDJ com entrada para 2 IPODs.

Sistema de projeção – 2 projetores de 5000 ANS, 1 distribuidor de sinal, 2 notebooks.
Sistema de Iluminação – mesa de iluminação de 24 canais, 2 elipsos, 4 Set-lights,4 Movings, 12 Pares de LED.

Tivemos as seguintes refeições no hotel: welcome coffee, almoço, coffee break no período da tarde, jantar com finger food e cumbucas.
Produzimos camisa de gola polo para todos os participantes.

Equipe de trabalho – 1 coordenador geral, 1 coordenador técnico, 2 produtores, 2 recepcionistas, 1 técnico de som, 1 técnico de luz, 1 técnico de projeção, 4 montadores, 11 facilitadores de oficinas.

Galeria de imagens
convite facebook
e-mail mkt
página facebook
página facebook
welcome coffee
welcome coffee
palestra
premiação
almoço
almoço
oficina mc´s
oficina mc´s
oficina de artes plásticas
oficina de artes plásticas
oficina de dança
oficina de dança
oficina de figurino
oficina de figurino
oficina de fotografia
oficina de fotografia
oficina de maquiagem
oficina de maquiagem
oficina de música
oficina de música
oficina de teatro
oficina de teatro
oficina técnica
oficina técnica
oficina de texto/roteiro
oficina de texto/roteiro
oficina de vídeo
oficina de vídeo
Mc´s em ação
Mc´s em ação
abertura
apresentação de música
apresentação de música
apresentação de dança
apresentação de teatro
apresentação de teatro
apresentação de teatro
apresentação de vídeo
apresentação das artes plásticas
   

 

Desafios

O primeiro desafio foi “vender” o projeto para a Diretoria da Empresa, uma vez que era um projeto bastante inovador, e a ICTS, embora formada por jovens talentos e lidando com temas “de ponta” nos negócios mundiais, tinha um perfil mais conservador.

Passada essa etapa, o próximo desafio era “vender” o projeto aos 115 participantes, pois para ele acontecer seria necessária a adesão de todos.

Uma comunicação clara e bem alinhada era fundamental nesse processo. Outro obstáculo era a distância geográfica. Os participantes não trabalham no mesmo ambiente, são consultores alocados em diferentes empresas, em diversas partes do Brasil. Não havia a possibilidade de encontros para ensaios e alinhamento do evento e das apresentações.

Soluções

Um Plano de Comunicação consistente com a realidade dos participantes para o pré-evento: envio de informativos semanais com o intuito de instigar, despertar o interesse e ao mesmo tempo detectar hobbies e habilidades de cada participante. A partir disso, promover o engajamento de todos na proposta.

Criação de grupo fechado no Facebook, liderado por um facilitador especialista no tema, e dividido por categorias: dança, teatro, fotografia, etc. para proporcionar ensaios/encontros virtuais, anteriores ao evento, entre os participantes. Aquecendo o clima.

Criação e inserção de um personagem, um Mestre de Cerimônias virtual (Mr. ICTS), responsável pela comunicação pelo Facebook e também através de e-mail, para atingir 100% do grupo, considerando que nem todos possuíam perfil no Facebook.
O primeiro passo foi o envio de um teaser para a detecção dos talentos individuais e hobbies (B-side) dos colaboradores.

Depois das respostas criamos o grupo no Facebook , dividido em subgrupos pelas escolhas individuais e durante o período de um mês interagimos com os participantes sobre os assuntos referentes aos talentos e oficinas.

Para quem não teve acesso ao aplicativo interagimos também por e-mail.

Galeria de imagens
convite facebook
e-mail mkt
página do facebook
   

 

O ICTS Talent Show terminou em apoteose.

Os 4 sócios da empresa, que participaram ativamente nos grupos e nas apresentações, subiram ao placo ao final do show e se dirigiram individualmente a todos os colaboradores. Neste momento, cada um dos sócios reconheceu perante toda a equipe que nunca teriam imaginado assistir a um tal desfile de talentos individuais, o que muito os emocionou. E que mesmo quando haviam aprovado a realização do evento neste formato, não tinham podido aquilatar a que ponto se chegaria.

Que a energia, força, coragem de se expor e a garra demonstradas haviam superado qualquer coisa. E arremataram que com um grupo e uma equipe assim, seria impossível não atingirem as metas que haviam se proposto para 2012. Tocados, agradeceram a todos por fazerem parte desta família.

“Eu quero expressar a minha fascinação pelo que a gente conseguiu, nós todos, construímos ao longo dessa tarde...”

“Que vocês levem para a vida, para os filhos, para a família de vocês e que a gente consiga levar um pouquinho disso aqui que vocês apresentaram para dentro da nossa empresa...”

“Tenho muito orgulho de estar entre todos vocês aqui hoje...”

“Surpreendeu, superou...”

O ICTS Talent Show deixou marcas pelos dias vindouros.
Em reunião com a equipe interna gestora do projeto duas semanas após o evento, a equipe da Immaginare pode ouvir, com grata satisfação, que os resultados tinham excedido as expectativas.

E que o evento havia contribuído para os objetivos da empresa. Por haver proporcionado descobertas e uma maior qualidade, mais humana e pessoal, na relação entre os colaboradores.

Segue link do vídeo do evento que retrata um pouco como foi a energia e a organização do evento:

https://vimeo.com/50388050




Galeria de imagens
agradecimento final
       

 

 
  • contato: (11) 2538-4156 - (11) 7377-8878