Prêmio Caio Sustentabilidade
Sobre a 2a Edição
Prêmio
Sobre o Prêmio
Patrocinadores
Conselho Diretor
Apoiadores
Mídia Partner
Realização
Fale Conosco
Inscrições
Tutorial de Inscrição
Categorias
Para se Inscrever
Notícias
Acontecendo
Clipping
Jacaré News
Cadastre-se
Edições Anteriores
11ª Edição
Prêmio Caio Sustentabilidade
Prêmio Caio da Década
10ª Edição
9ª Edição
8ª Edição
7ª Edição
6ª Edição
5ª Edição
4ª Edição
3ª Edição
2ª Edição
1ª Edição

Prêmio Caio 11ª Edição

Case: RIOCENTRO - O LUGAR QUE O MUNDO ESCOLHEU PARA SEDIAR O IBC
Candidato: GL events Centro de Convenções ltda./Riocentro
Segmento: Serviços
Estado: RJ
 
Case sem capa

Apresentação
O Riocentro foi escolhido pela FIFA para abrigar o IBC (International Broadcast Center) da Copa do Mundo de 2014 e traz para o Rio de Janeiro uma área de importância estratégica para as telecomunicações.
Segundo o comunicado da FIFA, as principais razões para levar a central de imprensa da Copa para este espaço foram a qualidade da infraestrutura, a variedade das acomodações e as atividades disponíveis na cidade.

Sobre o Riocentro
O Riocentro é o principal espaço para eventos administrado pela GL events Brasil. Inaugurado em 1977 para preencher a lacuna existente por um centro de convenções de grande porte, o Riocentro participou da história econômica, política e cultural brasileira. A partir de 2006, a GL events Brasil agregou gestão profissional ao espaço, investindo mais de 70 milhões de reais em obras de modernização e revitalização. Os resultados, que antes eram deficitários, passaram a ser positivos e hoje o espaço recebe uma média de 45 eventos anuais.

Hoje é o maior centro de exposições da América Latina: são 570 mil m², com 100 mil de área construída. Seu estacionamento possui 7 mil vagas que servem a cinco pavilhões, quatro dos quais são totalmente climatizados. Um dos pavilhões conta com estrutura modular adaptável a eventos de diferentes tamanhos.
O Riocentro foi eleito nos últimos cinco anos consecutivos o melhor centro de convenções da América do Sul pelo World Travel Awards.
O Riocentro fica na Barra da Tijuca – Rio de Janeiro.

Galeria de imagens
Riocentro
       

 

Sobre a GL events Brasil

A GL events Brasil é a operação brasileira da segunda maior empresa mundial do ramo de eventos, a francesa GL events. Com experiência em organização de megaeventos internacionais - como Copas do Mundo, Olimpíadas, festivais de música e cinema – e administração de 36 espaços em 17 países, a GL events desembarcou no Brasil em 2006. Ao chegar, venceu as licitações para fazer a gestão do Riocentro e da HSBC Arena, no Rio de Janeiro, e atuou nos Jogos Panamericanos de 2007. Nos próximos anos, a GL events Brasil vai sediar o Centro Internacional de Transmissão (IBC) da Copa do Mundo da FIFA™ 2014, o Comitê Organizador Local (COL) da FIFA, a Rio + 20, conferência da ONU sobre Meio Ambiente, e competições das Olimpíadas de 2016 no Riocentro e HSBC Arena.

Depois de investir mais de R$ 100 milhões no Brasil, em especial no Rio de Janeiro, desde que começou a operar no País, a francesa GL events já planeja ampliar suas ações e investimentos no Brasil. O sucesso da operação brasileira da segunda maior empresa do ramo de eventos do mundo se traduz em números: R$ 100 milhões de faturamento em 2010, e a expectativa de crescer 10% em 2011.

Em pouco tempo, a GL events Brasil se tornou a segunda maior operação do Grupo no mundo, com 6% do faturamento da multinacional - 727,2 milhões de euros. A operação brasileira fica atrás apenas da matriz francesa, responsável por 52% do lucro total. “Nossa meta é chegar a 2013 com R$ 200 milhões e já representar 10% do faturamento global. Para isso, estamos negociando um plano de investimento para os próximos três anos.”, afirma o presidente da GL events Brasil, Arthur Repsold.

Ao chegar ao Brasil, a GL events se associou à Fagga Eventos - Fagga l GL exhibitions -, que já acumulava 40 anos de experiência no mercado nacional. Desta forma, a GL events Brasil nasceu com amplo know-how nacional e internacional. Atualmente, tem escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Bahia, e possui três subsidiárias: a Fagga l GL exhibitions, especializada na organização de feiras e eventos corporativos; a Top Gourmet, provedora de soluções em catering para eventos, alimentos e bebidas; e a AEdita, editora responsável por duas das mais importantes publicações no segmento de beleza (You Brasil e Les Nouvelles Esthétiques).

Desde que assumiu a concessão do Riocentro, a GL events Brasil investiu R$ 85 milhões no espaço, que foi totalmente modernizado e revitalizado, e desde 2006 é eleito, pelo World Travel Awards, o melhor centro de convenções da América do Sul. Já a HSBC Arena - único espaço multiuso de padrão internacional do País - se consolidou como referência em espaço versátil, com infraestrutura capaz de realizar desde competições esportivas e shows a eventos corporativos.

Grupo oferece serviços completos na organização de eventos
A GL events Brasil segue o modelo de negócios da multinacional da qual faz parte e atua em todas as áreas ligadas a eventos, com uma estrutura organizacional dividida em três: GL events Live, responsável por serviços de consultoria, criação, coordenação, realização e produção, locação de equipamentos e logística; GL events Exhibitions, com projetos e produção de feiras de negócios e de público, proprietária de 250 feiras em diferentes países; e GL events Venues, gestão de espaços para eventos, como centros de convenção, parques de exposição, casas de shows e salas multiuso.

Com este formato, o grupo é capaz de oferecer serviços completos na organização de eventos. Com serviços de uma ou mais empresas do grupo reunidas, a GL events Brasil tanto realiza um evento do início ao fim, em todos os seus detalhes de concepção e produção, como faz a locação de um de seus espaços para terceiros.
Além das duas principais capitais do Brasil – Rio de Janeiro e São Paulo -, a GL events Brasil tem consolidado posições de destaque em outros destinos do País, especialmente os de apelo regional, como Minas Gerais, Bahia, Distrito Federal e Paraná.

Ficha técnica
Na Copa do Mundo da África do Sul (2010), a estrutura do IBC abrigou 179 emissoras de televisão e rádio de mais de 70 países. As equipes de imprensa somaram 13 mil funcionários. Para 2014, os números devem ser ainda maiores.

Conteúdo
No encerramento da segunda reunião do Conselho de Administração em 27 de junho de 2011, a FIFA e o Comitê Organizador Local anunciaram que o Centro Internacional de Transmissão (IBC) da Copa do Mundo 2014 terá sua sede no Rio de Janeiro. O local escolhido foi o Riocentro. A decisão do conselho foi baseada num processo altamente competitivo, que contou com análises detalhadas de diversos especialistas em transmissão da FIFA. O Riocentro desbancou candidatos altamente qualificados de Brasília e São Paulo, e se tornou oficialmente o centro de comunicações do evento.

“O IBC será um dos centros de informações mais avançados do mundo durante os meses de junho e julho de 2014. É um componente vital, que estabelece a ligação entre a Copa do Mundo da FIFA e o resto do mundo e garante que as pessoas ao redor do planeta tenham a melhor e mais atualizada cobertura do nosso belo esporte”, explicou o Secretário Geral da FIFA, Jérôme Valcke.

Inovações tecnológicas e estratégias indicando desafios e soluções

Para abrigar o IBC da Copa do Mundo de 2014,o Riocentro não precisou fazer nenhuma adaptação específica. As instalações já estão dentro dos padrões exigidos pela FIFA e pelo COI (Comitê Olímpico Internacional). A revitalização do espaço, que recebeu investimentos de R$ 70 milhões desde 2006, já está completa, permitindo receber eventos de diversos tamanhos com eficiência.

O Riocentro tem 571 mil m². Para ter uma idéia, ele é maior que o bairro do Leme inteiro (zona sul do Rio de Janeiro). Atualmente, são 100 mil m² de área construída, que deve aumentar nos próximos meses com a adição de novos espaços. O Comitê Organizador Local também terá uma nova sede, que já está em projeto. É importante lembrar que estas mudanças na planta não são exigência da FIFA nem do COI, mas estão sendo feitas para melhorar a infraestrutura para outros eventos futuros.

Quatro dos cinco pavilhões já estão climatizados e o estacionamento comporta até 7 mil veículos. O local também é bem posicionado em relação à rede hoteleira do Rio de Janeiro. Para que o Riocentro possa receber não só visitantes, mas também hóspedes, a GL events Brasil vai construir um hotel no centro de convenções.

Retorno sobre investimento, geração de negócios e outros indicadores econômicos.

É difícil estimar com precisão os investimentos gerados apenas pelo IBC. Mas a Copa do Mundo deve trazer para o Brasil cerca de R$ 29,6 bilhões em investimentos diretos e R$ 142 bilhões indiretamente. O evento como um todo, no qual o IBC tem um papel importante, deixará um legado para além da Copa do Mundo da FIFA em termos de infraestrutura de telecomunicações de ponta, que poderá ser usada em eventos futuros no país.

Programas de qualidade, responsabilidade social e ecológica

O Riocentro, como parte dos espaços administrados pela GL events Brasil, faz parte da campanha Pense Verde, um conjunto de posturas e orientações para o planejamento, execução e gestão de eventos que inclui economia e reaproveitamento de água, reciclagem de lixo e tratamento de esgoto, entre outros.

Entre outras ações para diminuir o impacto ambiental das feiras e eventos realizados no espaço, o Riocentro já conta com uma estação de tratamento de esgoto própria com capacidade para tratar 340 m³ de esgoto por dia. Está em fase de implantação o projeto de iluminação ecológica, que vai economizar 20% de energia até 2012.


 
  • Telefones para contato: (11) 2936-9030 - (11) 7569-9892